quarta-feira, 30 de maio de 2012

O CONSTRUTOR DE NOSSOS SONHOS


   Desde a eternidade, Deus é o Construtor de nossos sonhos; sonhos perfeitos, belos e adequados a cada um. O problema nos "desencontros da vida" está, na maioria das vezes, na dificuldade do "desarme do ego" para discernir o que Deus tem preparado para nós.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

PAI AOS PÉS DA CRUZ

    A missão do pai vai muito além da geração de seus filhos. É dever do pai o cuidado vigilante e provisional (das necessidades à formação do caráter) de sua prole.

  Cada pai precisa compreender que a qualidade de sua presença conta junto aos filhos muito mais que condição social, cultural, espiritual ou financeira. É sabido que, enquanto crianças, o amor e o respeito dos filhos estão presentes na relação com o pai, independentemente deste ser bem ou mal sucedido. É verdade de aceitação geral que os filhos, até determinada idade, tendem a fazer de seu pai o seu herói. O pai é a sua referência.

    No entanto, “a vida continua, os filhos crescem e se tornam gente”. Enquanto crianças não têm percepção da realidade – nua e crua como ela é – e, em razão disso, não têm como estabelecer juízo de valores sobre o caráter e a conduta de seu pai.

    É recomendável que cada pai seja presente, vigilante, como autêntico provedor da subsistência e modelo inspirador (de contínuo) na vida de seus filhos. Como os filhos descobrem (mais tarde) ser seu pai se torna relevante no modo como reagem (enfrentam) à constante agressão do mundo secular no que tange à fé, ao caráter e ao estilo de vida.

    Não dá para ser como Deus é para com os filhos na vigilância e provisão constantes (Salmos 121.3-4): “não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não tosquenejará. Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel”. "O pai humano dorme e pisca"

    O pai terreno, por não ter os atributos do Pai, está sujeito a cometer atos falhos, por descuido, em razão de sua limitação humana. No entanto, todo pai que se colocar aos pés da cruz do Senhor Jesus Cristo há de receber a virtude do alto e de se manter como fonte de inspiração contínua para seus filhosSeu testemunho de fé, suas lágrimas, seus esforços, sua alegria, sua honra, sua seriedade e fidelidade com que lida com as questões domésticas e do Reino hão de fazer de cada pai “um pai presente” e realizado no cumprimento de sua missão.

   Você que é pai, quer manter ou recuperar esse honroso título de pai herói junto a seus filhos? O caminho é colocar-se aos pés da cruz de Cristo! 

terça-feira, 15 de maio de 2012


JORNAL  O GLOBO – 15/05/12

“APOIO A GAYS CAUSA CRISE NA BASE DE OBAMA

O presidente Barack Obama enfrenta uma crise dentro de sua base eleitoral devido à declaração de apoio ao casamento gay, na semana passada. Obama vem se empenhando em contato com líderes da comunidade negra, especialmente pastores evangélicos que se opõem à união homossexual para explicar sua atitude. Uma pesquisa feita pelo Instituto Pew no mês passado mostra que apenas 39% dos negros americanos apoiam o casamento gay”. ... No domingo, diversos pastores influentes subiram ao púlpito para discordar do presidente, afirmando que as escrituras sagradas não permitem o casamento homossexual...”

Enquanto isso, em nossa pátria querida, o Senado agenda para hoje, 15/05/12, uma audiência pública para discutir os direitos gays com a presença da militância homossexual. É isso que uma minoria com a simpatia do atual governo quer impor à Sociedade Brasileira, com o lamentável apoio de líderes evangélicos que, por omissão ou ação, estão se perdendo no “canto da sereia ”trocando “alhos por bugalhos” e perdendo o foco do seu ministério.

É preciso que o púlpito das igrejas seja bem firme e esclarecedor quanto à definição bíblica sobre a homossexualidade e a valorização da família, expondo a verdade das escrituras sagradas para que cada um faça sua opção assumindo suas responsabilidades diante de Deus que tudo trará a juízo.

ACORDEM PASTORES! AINDA HÁ TEMPO! DEPOIS DE TUDO, SÓ LHES RESTARÃO  AS LÁGRIMAS DE ARREPENDIMENTO TARDIO!



EXPANSÃO MISSIONÁRIA EM CABO FRIO


  As orientações e determinação de Jesus em Atos 1.8 revelam a amplitude de sua visão missionária ao globalizá-la geograficamente e descortina o único modo eficaz de se fazer missões.

  As igrejas batistas em Cabo Frio, numa parceria inédita, ampliam sua visão missionária e promovem uma resultante de forças que se propõem a agir na mesma direção e mesmo sentido para alcançar a sua Jerusalém. Trata-se de uma mobilização para a expansão da obra missionária, a partir do município onde estas igrejas se encontram sediadas, concomitante com as parcerias já existentes com igrejas, juntas e convenções no Estado do Rio, no Brasil e no Mundo.

    A visão é a de Cristo para alcançar Cabo Frio, o Estado do Rio de Janeiro, o Brasil e o mundo (de nossa Jerusalém aos confins da terra); a missão é levar a Palavra aos que se encontram perdidos, certos de que se trata de uma obra de capacitação pelo Poder do Espírito Santo onde os missionários são, apenas, instrumentos que Deus utiliza para veicular a necessidade de arrependimento para remissão de pecados e obtenção da graça da salvação.

    Damos graças a Deus pela amplitude dessa visão que há de alavancar frentes missionárias de maneira mais rápida e com logística operacional mais eficiente.

    Unindo forças para melhor cumprir o ide do Salvador e Senhor Jesus.

  Pastor Roberto da Silva Carvalho
   Relator do Grupo de Gestores

    

sábado, 12 de maio de 2012

MÃE, MULHER GUERREIRA AOS OLHOS DO PAI!


  Parece redundância denominar mãe de mulher guerreira, pois assim devem ser vistas todas as mães. No entanto, essa reflexão visa destacar algumas virtudes de uma mãe, assim entendida aos olhos do Poderoso Deus.

   No dia das mães, reflitamos sobre essa “figura” materna no ensejo de contemplá-la aos olhos de Deus. Deduz-se, entre tantas qualificações que “MÃE, MULHER GUERREIRA AOS OLHOS DO PAI é aquela que ...

... a partir da gestação, e para sempre, independentemente do planejamento e recursos, tem sua criança como uma herança do Senhor e o fruto do ventre o seu galardão (Salmos 127.3);

... vive em função de sua criança e, tal qual uma galinha com os seus pintainhos ou uma leoa com seus filhotes, encontra-se em constante vigilância contra as investidas dos predadores (leia-se mundo) que querem fazer de sua prole objeto de conquista. Mesmo que seja uma “ausente temporária” por contingência social (quer por necessidade de subsistência ou de autoafirmação), não permite que sua criança ocupe posição secundária na presteza de sua presença;

... educa sua criança no temor e caminho do Senhor na certeza de que não há bem maior que contribua com o caráter e a bem querência do fruto do ventre que cresce, se faz gente, e precisa desfrutar da vida eterna para o regalo da vida (Provérbios 22.6);

... na diligência de sua missão leva em conta que “casa só é casa”, lar só é lar” e  “família só é família” pela ocorrência e decorrência da harmonia e da paz em seu núcleo nas lides do dia a dia;

... ora todos os dias pedindo sabedoria e misericórdia para si, seus filhos e seu marido; que vê na bíblia, no púlpito e na igreja os seus grandes  colaboradores “fora de casa” para ajudar na formação do caráter cristão de seus filhos..

    Nossa oração é que cada “mamãe” seja assim achada MÃE GUERREIRA DIANTE DO PAI na bênção maior de ter seus filhos chamando-a, também, de mulher virtuosa (Provérbios 31.10 e seguintes). Deus seja contigo “mamãe”, na sua casa e junto aos seus do amanhecer ao anoitecer de cada dia.

    Parabéns por seu dia, mãe, mulher guerreira aos olhos do Pai!

sexta-feira, 11 de maio de 2012

TOMARA QUE NÃO SEJA REELEITO


Sinceramente, não vemos com “bons olhos” que um líder de qualquer nação do mundo (nem qualquer simples mortal) seja contra a estrutura familiar na composição única heterossexual conforme criação de Deus. É isso e ponto final!

O atual presidente dos Estados Unidos, na contramão do que já decidiram 30 Estados Norte Americanos, após um longo período “em cima do muro” declarou-se favorável ao casamento homossexual. O que o desespero diante de um processo eletivo é capaz de fazer! 

Somos defensores da liberdade de expressão do pensamento e da imprensa livre – doa a quem doer – o que implica dizer que todos devem merecer respeito quanto às suas escolhas e de torná-las públicas, o que, no entanto, não nos obriga a concordar, mesmo que seja a opinião do presidente da maior potência mundial.

Os irmãos norte americanos hão de reagir contra esse descaminho dos propósitos de Deus.

É salutar reconhecer que os norte americanos, desde o fim da 2ª Grande Guerra, têm colocado “a cara na reta” no combate aos regimes socialistas ditatoriais que, camuflados numa “roupagem bonita”, têm como foco coibir a liberdade em todas as suas formas, sobretudo a de expressão do pensamento e de culto objetivando calar a igreja de Cristo e “cabrestar” o proletariado, além de colocar o homem como o centro da “satisfação primária”, independente dos valores que cultuam o propósito, a moral, a honra e a justiça de Deus.

Amados, orem para que os norte americanos não percam a hegemonia operacional do mundo, especialmente, o ocidental, porque eles têm sido a ferramenta disponível da parte de Deus para mantença da liberdade por nós conquistada. Há alguns entre nós que têm horror dos americanos do norte (essa repulsa tem sido vendida no Brasil, há algumas décadas, especialmente pelos acadêmicos notadamente de esquerda. Estão por aí e entre nós. São os que combatem a imprensa livre e defendem o regime de Cuba, do Iran e etc.).

É, tomara que estejamos errados, mas se os norte americanos caírem, muitos pastores e líderes espirituais serão obrigados a enxugar suas lágrimas no “vale da amargura” por terem caído no “canto da sereia”. 

Mesmo diante de tudo que têm feito e não tendo o direito de opinar sobre suas escolhas políticas, que nos desculpem os norte americanos que gostam do atual presidente, mas TOMARA QUE NÃO SEJA REELEITO!


terça-feira, 8 de maio de 2012

BANIMENTO DO CASAMENTO GAY -USA

CAROLINA DO NORTE, USA, APROVA LEI QUE BANE O CASAMENTO GAY.

Folha, 08-05-2012 - DE SÃO PAULO - DA ASSOCIATED PRESS, EM RALEIGH

“Os eleitores da Carolina do Norte, no sudeste dos Estados Unidos, aprovaram nesta terça-feira uma emenda constitucional que bane o casamento homossexual. De acordo com a medida, apenas o matrimônio entre um homem e uma mulher é considerado válido.
Com 35% dos votos apurados, 58% dos cidadãos do Estado aprovaram a alteração, contra 42% que se mostraram contrários. Apesar do resultado preliminar, projeções de emissoras americanas, como a CNN e a NBC, dão o resultado como fechado.
A lei também não permite as uniões estáveis, que não eram autorizadas no Estado. Com isso, a Carolina do Norte se torna o 30º Estado a considerar legal apenas o matrimônio entre casais heterossexuais.”

VIVAS AOS IRMÃOS NORTE AMERICANOS NA VALORIZAÇÃO DO CASAMENTO! 
Até os "ferrenhos críticos" dos Norte Americanos hão de reconhecer que do norte vem uma excelente lição para os brasileiros! Ou não?

Enquanto isso, lamentavelmente, por aqui em nossa pátria querida, Brasil, ...!!!

segunda-feira, 7 de maio de 2012


Pais que fazem de seus filhos turistas na igreja farão deles frequentadores do mundo.

Pensamento cunhado na mensagem "NOSSAS CRIANÇAS AOS PÉS DA CRUZ", na PIB em Cabo Frio, RJ, domingo, 06 de maio de 2012, com alerta aos pais na instrução de seus filhos.

sexta-feira, 4 de maio de 2012

FAMÍLIA AOS PÉS DA CRUZ

   Família é planejamento de Deus e se mantém
 como célula balizadora da Sociedade. 

   Já se diz que uma igreja sólida reflete, também,
  a solidez das famílias que a constituem.

    A temática deste mês é a família. Nossa oração a Deus é que nossas famílias estejam aos pés da cruz de Jesus Cristo. A cada semana abordaremos uma faixa da membresia familiar, sem perder de vista o foco da família como um todo.

    Começaremos com nossas crianças – CRIANÇAS AOS PÉS DA CRUZ – que nos são dadas como herança do Senhor (Salmos 127.3).

    Deus recomenda em Provérbios 22.6 como deve ser a instrução dos filhos na tenra idade, com a subseqüente promessa de que esses filhos serão mantidos no caminho do Senhor até o momento em que decidirão por conta própria o seu futuro.

   Uma das maiores tristezas dos pais crentes – que tiveram oportunidade de criar seus filhos na igreja – é ver suas crianças, já grandes, no mundo. Pais que, com toda sinceridade, dizem não entender onde erraram (se é que erraram). Muitos não conseguem explicar porque seus filhos estão no “mundo”.

     À guisa de orientação, abordaremos duas situações problemas para as quais todos os pais deveriam atentar:

     1ª) A “substituição” do ensino na igreja (EBD e culto coletivo, especialmente, aos Domingos) pela cama, casa, compras, clube, praia, sítio, passeio etc. A desculpa “bem intencionada” passa pela necessidade de um  tempo para/com a família. Como de 2ª a sábado o trabalho, a viagem, a escola etc. “não permitem” a diversão familiar, pais se valem do Dia do Senhor para juntar a família dentro de seu próprio núcleo. Domingo é o único dia que se pode dormir até mais tarde etc... etc...

     Amados, que ninguém se iluda. Nossas crianças são eminentemente sociais e se não fizerem amizade na igreja a farão no mundo, substituindo a igreja pelas diferentes "tribos". A “feitura de amigos” fora da igreja costuma ser um sério problema (I Cor. 15.33).

    2ª) O descuido dos pais com o testemunho diante dos filhos. É preciso ganhar os filhos em casa pelo testemunho e aproveitar o aprendizado advindo da igreja de Cristo. Os pais, sob nenhuma circunstância, devem expor os irmãos em Cristo – nas questões das divergências de idéias – diante de seus filhos que ainda não têm o discernimento para compreender a bênção que é a igreja onde “tantos desiguais almejam serem um em Cristo, sem perder as suas individualidades”.  Crianças não entendem, mas guardam o que ouvem e mais tarde tendem a se decepcionar com a igreja e com o Cristo vividos pelos pais.

    Oremos ao Senhor, diariamente, por nossas crianças, colocando-as (conosco) diante da cruz de Cristo, para que nunca sejamos "instrumentos irresponsáveis" na troca de "alhos por bugalhos" na vida de nossas crianças. Clamemos ao Deus da misericórdia a manifestação de sua graça para que nossas “crianças” que estão fora possam retornar aos pés da cruz, de onde nunca deveriam ter saído.