quarta-feira, 15 de junho de 2011

MOBILIZAÇÃO PELA LIBERDADE DE EXPRESSÃO DO PENSAMENTO

   Caros irmãos,

   Todos são convidados/convocados para uma grande mobilização na Praça São Cristóvão, em Cabo Frio, no dia 04 de julho/11, às 19h30min. É para todas as igrejas na Região dos Lagos.

  Objetivo: contra-mobilização do ativismo que deseja extirpar da Constituição Federal a liberdade de expressão do pensamento.

   Sabe-se que os conflitos raciais e religiosos têm sua origem no despertar do ódio como pano de fundo para a interposição de crenças e interesses pessoais, onde a aniquilação dos opositores impõe-se a qualquer custo. Assim tem sido em todos os níveis e em todas as ditaduras na história da humanidade. O preço pago tem sido muito alto. Os registros históricos o revelam.

   No Brasil atual, não satisfeitos com o Estado Democrático de Direito,  um grupo minoritário se vale de um ativismo pouco expressivo, mas muito barulhento, para fomentar, de modo insensato e em detrimento da paz social, a divisão de classes, como nunca antes aconteceu neste país.

   Nessa vertente, o Governo Federal em afronta à Constituição Federal que consagra, desde a primeira Constituição da República, em 1891, o Estado Laico, usa o peso da máquina para se impor no Congresso Nacional e alterar o que tem sido objeto de convivência pacífica na relação entre irmãos dessa grande nação: o respeito à liberdade de consciência e expressão do pensamento, onde "cada um fica na sua"e faz suas escolhas em razão da percepção do mundo e da vida que lhe chega pela pregação da igreja e do mundo. 
   Tenta-se proibir a igreja de pregar contra determinado tipo de pecado, como se houvesse distinção de pecado (a maior ou a menor) diante de Deus.  Com essa tendência periga o dia em que a Bíblia será considerada homofóbica. 

   A igreja não pode se calar sob o risco de ter que explicar sua omissão para a família e a Sociedade, além do desonrar a missão de alertar o homem de seu desvio de conduta moral (segundo a Lei de Deus) e da condenação que o espera sem Cristo Jesus.

   Não interessa à igreja o confronto com qualquer grupo  ativista, mas o respeito à liberdade de expressão de pensamento é uma via de mão dupla.

   Vamos todos defender a família e a igreja de Cristo.

   Pela mantença da LIBERDADE DE EXPRESSÃO DO PENSAMENTO PORQUE "NÃO PODEMOS DEIXAR DE FALAR DO QUE TEMOS VISTO E OUVIDO"

2 comentários:

  1. Estarei lá, se Deus quiser, para somar com essa reação necessária à militância gayzista.

    ResponderExcluir